domingo, 25 de junho de 2017

Casal trans vive um ‘amor hétero’

Postado por Noticiando PB  | 

Victor Pilato nasceu mulher, pelos critérios biológicos, mas tem identidade de gênero feminina. Melissa Kettley era do sexo masculino ao nascer, mas tem identidade de gênero feminina. Os dois transexuais se encontraram há dois anos e, hoje, vivem um relacionamento heterossexual. A história pode parecer confusa para alguns, mas na cabeça do casal está tudo bem resolvido, apesar do preconceito da sociedade.
O casal diz que há muitos relacionamentos que fogem das convenções e que, por isso, despertam curiosidade e discriminação. Ele lembra que os trans sofrem um preconceito semelhante ao que algumas pessoas têm com casais de idades muito diferentes ou relacionado ao sexo entre idosos, por exemplo. “Algumas pessoas estranham, olham torto, como se não quisesse reconhecer. Às vezes se acostumam e a gente explica que, independente da orientação sexual, o que vale é o companheirismo, o amor e a vivência. É isso o que está mais em jogo”, afirmou ele.
Políticas públicas
Victor é gerente operacional de Enfrentamento à Homofobia da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade – Semdh. O órgão mantém o Espaço LGBT – Centro Estadual de Referência dos Direitos de LGBT e Enfrentamento à Homofobia na Paraíba, que já prestou mais de 10 mil atendimentos, desde que foi criado, em 2011. São pessoas que recorrem ao serviço em busca de ajuda nas áreas social, jurídica, de psicologia e direitos humanos. Assim, uma única pessoa pode ter até quatro atendimentos, de uma só vez.
Dentre os atendimentos, foram ajuizados 112 ações para mudança de prenome, algumas já deferidas e outras em processo. Segundo Victor Pilato, as ações buscam o direito de pessoas trans de serem reconhecidas pelo nome social, que já adotaram. Ele explica que muita gente tem um nome no registro, mas é conhecida por outro. No interior tem muito disso, mas foi o movimento de travestis e transexuais que encampou a luta para mudar judicialmente o nome para que possam ter em seus documentos os nomes que representam suas identidades de gênero.
Dia do Orgulho Gay
Na próxima quarta-feira, é comemorado o Dia Internacional do Orgulho Gay. Desde o último mês de maio (17 de maio é o Dia Internacional contra a Homofobia), a Semdh realiza uma série de ações relacionadas à capacitação de profissionais das áreas social, de saúde e educação para o atendimento à comunidade LGBT. Uma nova roupagem está sendo dada à campanha “Tire o respeito do armário” e algumas peças devem ser lançadas neste dia 28 de junho.

Portal do Litoral com Rubens Nobrega

Autor

Noticiando PB

Total de visualizações de página

Subscribe to our Mailing List

We'll never share your Email address.
Copyright © 2013 Noticiando PB. Powered by Blogger.
Blogger Template by Bloggertheme9
(83) 9 9618-4861 noticiandopb1@gmail.com