quinta-feira, 13 de julho de 2017

“Vim ao mundo para exterminar homossexuais”, disse policial ao ser preso por matar travesti em João Pessoa

Postado por Noticiando PB  | 

O sargento reformado da Polícia Militar da Paraíba, Antônio Rêgo Sobrinho, mostrou toda a sua homofobia – aversão a homossexuais – ao ser preso pela Polícia Civil como sendo autor do assassinato da travesti Ana Sofia, 16 anos, no sábado (8), em uma praça no bairro Funcionários II, em João Pessoa. O policial confessou que matou o LGBT e disse em depoimento que veio ao mundo para exterminar os homossexuais.
Ao participar nessa quarta-feira (12) ao vivo no programa Cidade Alerta Paraíba, TV Correio/ Record TV, o delegado Reinaldo Nóbrega, titular da Delegacia de Homicídios de João Pessoa, explicou com detalhes o crime, que foi elucidado pela especializada.
“De fato, foi um crime de conotação homofóbica, mas nesse caso é transfóbica por se tratar de uma travesti. O sargento foi claríssimo ao afirmar que veio ao mundo para acabar com os homossexuais e, por isso, matou Ana Sofia. O policial já tem um histórico de agressão a homossexuais tendo em vista que ele respondia em liberdade a um crime praticado há dois anos. O suspeito morava no mesmo bairro da vítima”, disse o delegado.
O sargento foi preso na cidade de Teixeira, no Sertão do estado, na casa de parentes após investigações da Homicídios de João Pessoa. Reinaldo Nóbrega disse ainda que o policial tentou fugir, mas como o local estava cercada o  suspeito se entregou.
O policial foi levado para a sede o 1º BPM onde está à disposição da justiça. O sargento Antônio Rego vai responder por homicídio qualificado.
 Portal do Litoral 

Autor

Noticiando PB

Total de visualizações de página

Subscribe to our Mailing List

We'll never share your Email address.
Copyright © 2013 Noticiando PB. Powered by Blogger.
Blogger Template by Bloggertheme9
(83) 9 9618-4861 noticiandopb1@gmail.com