sexta-feira, 25 de agosto de 2017

MPPB denuncia tenente da PM e mais dois candidatos por usar documento falso em vestibular de medicina, em João Pessoa

Postado por Noticiando PB  | 

O Ministério Público da Paraíba denunciou um policial militar e outros dois candidatos por uso de documento falso no vestibular de medicina de uma faculdade privada de João Pessoa. Os três suspeitos chegaram a ser presos no momento da prova, no dia 3 de junho, pela Polícia Civil, que foi chamada pela própria comissão organizadora do processo seletivo.
De acordo com a 3ª promotora auxiliar de João Pessoa, Márcia Betânia Casado e Silva, que apresentou a denúncia, os três acusados apresentaram documentos, no momento da inscrição, com notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que não correspondiam às disponíveis no sistema do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
A denúncia foi tipificada no Artigo 304 do Código Penal. De acordo com as investigações da Polícia Civil, a faculdade oferece quatro vagas para as melhores notas do Enem. Por isso, os candidatos teriam alterado as notas para ter direito a ingressar no curso independente da nota da prova do vestibular.
Em depoimento à polícia, uma das candidatas confirmou que alterou as notas. Os outros dois suspeitos negaram a acusação à polícia e afirmaram que houve erro no sistema.

Desentendimento entre polícias

Na ocasião da prisão, a Caixa Beneficente dos Oficiais e Praças da PM/BM divulgou uma nota de repúdio contra a Polícia Civil, afirmando que a prisão do tenente foi “espetacularizada”.
De acordo com a nota, a denúncia não foi “investigada da forma devida pela Delegacia de Defraudações da Polícia Civil” e “gerou um constrangimento irreparável ao policial militar”. Na época, a entidade afirmou ter convicção da inocência do policial.
Após a divulgação da nota da Caixa Beneficente, a Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba (Adepdel) afirmou, também por meio de nota, que a Polícia Civil “conduz todas a suas ações respaldadas na estrita legalidade, e nunca pelo sentimento pessoal de vingança, nem muito menos para provocar uma guerra entre as instituições policiais”, diz.
Portal do Litoral, com G1

Autor

Noticiando PB

Total de visualizações de página

Subscribe to our Mailing List

We'll never share your Email address.
Copyright © 2013 Noticiando PB. Powered by Blogger.
Blogger Template by Bloggertheme9
(83) 9 9618-4861 noticiandopb1@gmail.com