domingo, 10 de setembro de 2017

BRASIL: Polícia acredita que pai jogou carro em penhasco para matar os dois filhos

Postado por Noticiando PB  | 


Carro ficou completamente destruído após uma queda de 100 metros na Cascata do Avencal (Foto: Reprodução)

O delegado Jackson Guasselli Pessoa, que investiga a queda de 100 metros de um Escort que resultou na morte de um pai e dois filhos em Urubici, na Serra de Santa Catarina, disse que a mulher e mãe das vítimas relatou que na manhã de sábado (9) o casal teve uma "briga leve", mas não contou detalhes sobre o motivo.
Rafael Mattei Estevão, de 27 anos, e os dois filhos Romeu e Rômulo, de 2 e 4 anos, morreram depois que o carro caiu na Cascata da Avencal, um ponto turístico, na noite de sábado.
"Tudo indica que a intenção era matar os filhos e cometer suicídio. Queremos entender o motivo, se era para atingir a mulher de forma tão grave, e também entender a escolha do local para ter feito isso", afirmou o delegado.
O pai de Rafael contou ao delegado que o filho tinha problemas conjugais e ciúmes da mulher e do novo emprego dela. A informação também foi confirmada pela própria mulher.
À Polícia Civil, ela relatou que depois da briga na manhã de sábado, foi trabalhar, em Orleans, no Sul do estado, onde a família mora. Os filhos estavam na casa da mãe dela. Rafael buscou as crianças, que tinham um aniversário. Segundo o delegado, eles não chegaram a ir na festa.
Durante a semana, a avó materna, outros familiares e testemunhas devem ser ouvidas.
'Solitário e bom pai'
O delegado disse que também analisou a página do Facebook de Rafael. "As postagens indicam que ele era uma pessoa solitária. Também mostram pessoas o elogiando como pai. Não tinha indicativo de ser um pai ausente".
A mulher teria dito ao delegado que o Rafael teria tentado se matar aos 18 anos.
Conforme a polícia, o homem não tinha passagens policiais.
Perícia
Policiais voltaram ao local da queda neste domingo (10) a pedido do delegado para tentar encontrar novos elementos que possam ajudar a elucidar o caso.
"Ele não deixou nenhuma carta. Vamos buscar o celular para fazer perícia e tentar achar algum indicativo da motivação. Acredito que deve ter sido algo pensado há algum tempo, que foi sendo contruído, e não apenas motivado pela briga pela manhã".
Queda de 100 metros
Os bombeiros foram acionados por volta das 19h15 depois que funcionários do Parque da Cascata do Avencal viram o carro caindo. Ao chegar no local, encontraram o veículo totalmente destruído. A queda foi de aproximadamente 100 metros.
A estrada que passa pela área não fica próxima ao penhasco.
Por nota, o Parque afirmou que "a proprietária e alguns funcionários estavam na sede da empresa e perceberam que um senhor abriu a porteira da propriedade vizinha e adentrou com um carro Escort, e se dirigiu em direção a Canyon da Cascata do Avencal. Ao parar para abrir a porteira o mesmo deixou seus documentos naquele local, já premeditando o que ia fazer".
A ocorrência levou cerca de quatro horas: três para o acesso e uma para remoção das vítimas, informaram os bombeiros.
Neste domingo, o carro continuava no local, que não tem acesso para veículos. Segundo os bombeiros, a "remoção vai ser bem complicada".
"Salientamos que o Parque Cascata do Avencal preza pela segurança de seus turistas e o que houve foi um fatídico acidente premeditado e com entrada fora de sua propriedade", informou o Parque.
G1

Autor

Noticiando PB

Total de visualizações de página

Subscribe to our Mailing List

We'll never share your Email address.
Copyright © 2013 Noticiando PB. Powered by Blogger.
Blogger Template by Bloggertheme9
(83) 9 9618-4861 noticiandopb1@gmail.com