quarta-feira, 7 de março de 2018

Corpo de cabo morto por soldado da PM é enterrado, em João Pessoa

Postado por Noticiando PB  | 

O corpo do cabo André Pereira foi enterrado no Cemitério de Santa Catarina, no Bairro dos Estados, em João Pessoa, na manhã desta quarta-feira (7). Ele foi baleado e morto pelo soldado Álvaro Tavares, colega da Polícia Militar, na última segunda-feira (5), em João Pessoa.
O enterro reuniu parentes, amigos e colegas de profissão. O corpo já havia sido velado na terça-feira (6), na Central de Velórios São João Batista, no bairro de Tambiá, no entanto, o enterro foi adiado para esperar a vinda de parentes da vítima que moram no interior.
Segundo o comandante da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar (6ª CIPM) em Cabedelo, major Kelton Pontes, o soldado Álvaro Tavares, dentro do próprio apartamento, localizado no bairro de Manaíra, atirou e matou o cabo André Pereira, que trabalhava no 5º Batalhão de Polícia Militar.
O soldado Tavares – que é lotado na 6ª CIPM – foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, mas foi liberado após ser ouvido, uma vez que se apresentou voluntariamente. O suspeito vai responder ao crime em liberdade.
Desentendimento e ameaça
De acordo com o major Kelton, o suspeito é primo da esposa da vítima. O desentendimento entre o cabo André e o soldado Tavares começou no domingo (4), conforme contou a esposa do cabo, Dayse Maria Pessoa Farias da Silva. “Ele [o soldado] sempre foi violento desde criança e todo mundo tinha medo dele. Quando chegou lá, ele já recebeu André a tiros”, declarou a esposa ao advogado Luciano Carneiro.
Segundo a defesa do cabo André, o motivo do desentendimento foram supostas agressões do soldado Álvaro Tavares em um tio idoso, dentro da casa onde moram. O cabo André teria tentado conversar com o soldado, mas, segundo o advogado, recebeu uma ameaça de morte caso aparecesse no apartamento.
À noite, após o jantar, André parou o carro em frente ao prédio de Tavares e disse que subiria para conversar. Dayse pediu para que ele não fosse, mas recebeu como resposta que só seria uma conversa. “Quando chegou lá, ele (Tavares) já recebeu André a tiros. Essa versão que estão dando é mentira, ele já estava ameaçando todo mundo. Todo mundo tem medo dele”, confessou Dayse.
G1

Autor

Noticiando PB

Total de visualizações de página

Subscribe to our Mailing List

We'll never share your Email address.
Copyright © 2013 Noticiando PB. Powered by Blogger.
Blogger Template by Bloggertheme9
(83) 9 9618-4861 noticiandopb1@gmail.com